Retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame é um problema ?

Retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame que descartam/diagnosticam a Doença Celíaca, tem problema ?

Nutricionalmente falando, não tem problema algum em retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame. Gluten é a proteína do trigo e também está presente na cevada e no centeio (na aveia, por contaminação cruzada no plantio, silos, transporte e/ou no envase dentro da indústria). O trigo é rico em fibras, porém não é a única fonte de fibras disponível na nossa alimentação; é também uma proteína, mas mais uma vez, não é fonte única, nem no reino vegetal tampouco no animal, então também é facilmente substituível.

Então porque é um problema retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame ?

Se você chegou até aqui, certamente desconfia que tem algum problema com o gluten! E por que não tentar retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame? Simplesmente, porque a maior parte das pessoas que decidem retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame para o diagnóstico de Doença Celíaca, não conseguem voltar a consumir gluten para realizar os exames. Isso porque os sintomas são tão fortes que torna impossível prosseguir com o desafio do gluten e conseguir um resultado exato ao realizar os exames. Tanto os exames sorológicos quanto a endoscopia com biópsia, dependem da ingestão do gluten para ativar os anticorpos nos exames sorológicos ( exatamente por isso que a exclusão do gluten é necessária em caso de Doença Celíaca )  e causar atrofia das vilosidades, no caso da biópsia.

Caso você queira saber melhor sobre os exames para diagnóstico da doença celíaca, veja aqui

Algumas pessoas só descobrem que precisariam estar ingerindo gluten para fazer os exames que detecta/descarta Doença Celíaca, após ter retirado o gluten da dieta e ter observado melhora em vários sintomas, inclusive em alguns que nem eram notados como tal. Nesses casos, é necessário voltar a ingerir gluten para poder realizar os exames, pelo tempo que o gastroenterologista lhe recomendar e poderá variar entre 60 e 90 dias – 10g de glúten por dia (equivale à 4 fatias de pão).

O que para alguns pode parecer um “sonho de consumo” voltar a consumir gluten, para a maioria se torna o maior pesadelo! Sintomas como : tontura, dor de cabeça, barriga estufada, insônia, irritação, dores nas juntas, indigestão, refluxo, rinite, sinusite, lapsos de memória, depressão, boca e olhos secos, surgimento de doenças autoimunes, entre outros…;

E alguns sintomas que não são considerados sintomas, apesar de serem : esbarrar constantemente no batente da porta ou em objetos, tropeçar mais que o normal ou que as outras pessoas, perda de equilíbrio, diminuição da visão periférica, podem aparecer isolados ou todos ao mesmo tempo enquanto o paciente segue realizando o desafio do gluten, num ponto onde se torna insuportável dar prosseguimento.

Solução :

Por essa razão retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame é sim um problema !

É extremamente necessário que você tenha acompanhamento de um médico para realizar esse desafio, inclusive porque em alguns casos (raros, mas existem) o paciente é alérgico ao trigo e nem tem conhecimento. Fica o alerta então que o desafio do gluten não deve ser realizado em casos de alergia ao trigo, mesmo com acompanhamento médico, o paciente pode correr risco de morte.

 

NCG.org : por Silvia Kawaguti

 

“Retirar o gluten da alimentação sem fazer o exame é um problema?” Conseguimos tirar a sua dúvida e mostrar uma solução para isso?? Esperamos que sim!

Qualquer dúvida comenta aqui em baixo, manda um Gmail ou um sinal para tirarmos a sua dúvida!

Deixa sugestão de posts que você gostaria de olhar também!!

Para nos seguir no Instagram: Não Contém Glúten.org

Para nos seguir no FaceBook: Não Contém Glúten.org

Para nos seguir no Twitter: Não Contém Glúten.org

Para nos seguir no Pinterest: Não Contém Gluten.org

Não esqueça de curtir e compartilhar(share) que eu fico muito feliz 😆

Doença Celíaca e Alergia Alimentar não é frescura! Compartilhe esse conteúdo com seus amigos e familiares, marque aquele amigo (a) que é celíaco ou alérgico, para que todos possam compreender melhor o nosso universo! Educação celíaca sempre, juntos somos mais fortes!

 

Você também pode gostar:

 

 

Curte as nossas redes aqui embaixo para nos acompanhar melhor👀

👇🏼👇🏼👇🏼👇🏼👇🏼👇🏼

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *