Nova rotulagem da fécula de batata Yoki

Com a nova RDC 26 de alérgenos, muitos produtos antes rotulados como Não Contém Gluten, agora vêm com um alerta dizendo poder conter traços de trigo e outros alérgenos. Então, o que antes era consumido normalmente por celíacos, agora entrou no hall de alimentos proibidos. A pergunta que não quer calar é: Será que devo ou não consumir, uma vez que antes era seguro…?!

Contamos com a ajuda da Ester Benatti – Vice – Presidente da Acelbra RS e Secretária Executiva da Fenacelbra

Algumas pessoas estão me escrevendo sobre se podem consumir este produto que ainda estiver com a inscrição Nâo Contém Glúten.

Sim, podem. Eu mesma comprei as caixas do mercado que ainda tinham esta inscrição ” não contém “. A fécula da Yoki é importada. Já chega na empresa com a possibilidade de todos estes traços listados na embalagem. Mas era feita testagem para glúten ( obrigatório por lei) e a presença de traços sempre foi controlada. Agora, esta regra mudou e as novas caixas não terão mais este controle da contaminação cruzada que ocorre durante o processo de importação ( quantificação da possibilidade de traços até 20 ppm ).
A orientação que toda a indústria brasileira seguia, até julho de 2015 quando a RDC 26 de alérgenos foi lançada, era que se pode rotular “Não Contém Glúten” com até 20 ppm de glúten ( 20 miligramas por quilo do alimento) como quantidade segura para celíacos.
Lembrando: na Europa e EUA o limite de traços é de 20 ppm, na Argentina 10 ppm.
Para a pessoa ter estas hipotéticas 20 miligramas de glúten no organismo precisaria comer um quilo do alimento.
Pesquisadores chegaram nesta quantificação baseados em pesquisas e no dado que consumimos meio quilo de alimento industrializado por dia. Isso totalizaria 10 ppm , uma quantidade segura para todos.
Infelizmente muitos de nós ingere bem mais do que isso em um dia, ao invés de comer “comida de verdade”.
Os laudos na indústria , de modo geral, são de 5 a 10 ppm. Se você compra um pacote de 250 de gramas de um biscoito com 6 ppm teria que comer 4 pacotes inteiros de biscoito para ter no organismo 6 miligramas de glúten.

Ainda vai haver muita confusão e controvérsia na rotulagem no que diz respeito aos celíacos. A única saída é manter contato com o SAC das empresas e se manter informado!

2 comentários em “Nova rotulagem da fécula de batata Yoki

  • 2 de agosto de 2017 a 01:23
    Permalink

    Ola,
    Me chamo Ana Paula e eu faço pães e bolos sem glúten e sem a lactose para vender.
    Vi que vocês tem produtos, porem não estou conseguindo ter acesso a eles em minha cidade.
    Gostaria que pudessem entrar em contato comigo para eu poça fazer compra dos seus produtos ex.. fécula de batata, polvilho doce e etc..

    Responder
    • NaoContemGluten
      10 de agosto de 2017 a 21:53
      Permalink

      Ana Paula, entre em contato com o SAC da Yoki!A fécula de batata da Yoki não é apta para o consumo de celíacos e alérgicos ao trigo!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *