Doença Celíaca é assunto sério!

Em menos de 30 dias perdemos duas pessoas por causa de complicações da doença celíaca!

No dia 1 de Julho de 2016, faleceu Bianca de Oliveira, tinha 21 anos e recebeu o diagnóstico entre 15 e 16 anos.

bianca-oliveira

Bianca fazia parte do PROACEL (Programa de orientação alimentar para celíacos) , segundo eles Bianca  recebeu diagnóstico tardiamente de DC e apesar de seguir uma alimentação sem glúten já não respondia a dieta, quadro típico de DC refratária, as complicações vieram e junto, muitas internações. Hoje fica a saudade de uma jovem querida e as boas lembranças. Bianca adorava nossas oficinas, tímida, meio sem jeito na cozinha, rs estava sempre pronta para ajudar. Deixamos também o nosso gritooooo: precisamos falar sobre doença Celíaca, doença celíaca mata, doença celíaca não é frescura, precisamos de diagnóstico precoce, precisamos de capacitação, precisamos de linhas de cuidados na atenção básica, precisamos de segurança na produção de alimentos, precisamos, precisamos, precisamos, precisamos, precisamos de tanta coisa, estamos longe de um ideal mas precisamos nos articular e unir para quem sabe um dia chegar a esse ideal.

No dia 15 de Julho de 2016, faleceu Terezinha De Filippo, 60 anos. Terezinha, havia recebido o diagnóstico bem pequena aos dois anos de idade, mas aos 7 anos recebeu uma alta equivocada do médico, dizendo que ela estava curada! Passou a vida toda comendo gluten, vivendo entre muito pão e macarrão, e sempre muito doente, mas inexplicavelmente nenhum médico associou os mal estares ao fato de ela um dia ter sido celíaca.

terezinha-filippo

A própria Terezinha deixou um depoimento impressionante em uma carta enviada ao Dr. Ulysses, gastroenterologista.

TEREZINHA DE FILIPPO – RELATO

Doença Celíaca é sério, não é frescura, não é psicológico! Quem é celíaco tem que seguir uma dieta rigorosa sem gluten e cuidando da contaminação cruzada. Não pode comer de vez em quando, nem uma vez por semana, nem só um pouquinho!

Não existe graus de doença celíaca, não existe graus de tolerância, o que existe é diferença nos sintomas quando há contato com o gluten! Mas, todos os celíacos adoecem quando não cuidam da contaminação cruzada ou insistem em continuar comendo gluten!

Ame a sua saúde, ame a sua vida, cuide do que você come!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *